Passar no Revalida é simples mas não é fácil….Sim, pois, todos sabem o que devem fazer, no entanto, saber não torna fácil:
 
Vamos ver?
Vejamos alguns exemplos sobre o que todos sabem que devem fazer:
 
  • Conhecer muito bem a prova;
  • Resolver todas as questões anteriores,
  • Estudar somente conteúdos direcionados a prova,
  • Utilizar somente fontes seguras e exigidas na prova;
  • Aplicar uma estratégia de aprendizagem;
  • Estratégia de revisão adequada;
  • Fazer simulados constantes;
  • Obter feedbacks de especialistas sobre as dúvidas;
  • Aplicar estratégias de otimização de tempo e conteúdo;
  • Conhecer também muito bem a prova Prática da Segunda Etapa;
  • Praticar ao máximo os temas mais exigidos na prova Prática;
  • Obter feedbakcs de outros alunos que conseguiram revalidar e aproveitar a experiência;
  • Conseguir hospital para praticar;
  • Fazer testes de simulação prática realista;
  • Estudar todos os conteúdos essenciais ao diagnóstico e tratamento adequado, tais como, exames laboratoriais, ECG, Exames de imagem etc;
  • Estudar em grupo pois encontramos mais motivações e ajuda no aprendizado etc.
  • Etc….
Viu? Muita coisa né? mas todos sabem que devem fazer isso, mas não é fácil.
 
Com as recentes liberações de editais (UFMT e Segunda Etapa Revalida 2017) a próxima prova está cada vez mais próxima e devido ao atraso, tudo indica que poderá ocorrer no I Semestre de 2019 e se for você vai está preparado? Você só teria agora 01 ano para estudar o que é muito pouco tendo em vista todo o histórico de aprovações que giram em torno de 2 a 3 anos de dedicação, lembrando que a última prova teve 87% de reprovação só na I Fase.
Sim é simples mas não é fácil.
#aAprovaçãoExigeMais
 
Editora: Gleice Lopes
Quality Health Educação Médica
Share This